Como preparar os medicamentos naturais

 

Existem diferentes métodos que transformam as plantas medicinais em medicamentos. O método mais usado é o que emprega a planta medicinal em um líquido extrator, com ou sem calor.

dietas especiais

Toda preparação que usa água é denominada de chá. Os chás podem ser preparados por infuso, decocto, ou cozimento, dependendo do órgão da planta que vamos usar.

infuso

  • Infuso: Consiste em colocar a água fervente sobre a droga contida em recipiente de vidro ou porcelana. Tampar, mantendo em repouso durante 10 a 15 minutos. Coar e beber uma ou mais xícaras ao dia, conforme a indicação. O chá abafado é usado para drogas aromáticas, cujo óleo essencial evapora-se pelo calor. OP infuso é usado principalmente para órgãos delicados da folha, flor e broto. Usa-se cinco gramas para cada 100 ml de água.

decocto

  • Decocto ou cozimento: Trata-se de um método mais energético de extração, onde a droga permanece por um tempo mais ou menos prolongado em contato com o líquido extrator em ebulição. Colocar a droga em água, deixando ferver em forno baixo durante 5 a 20 minutos, conforme o caso. Após um repouso de 5 a 10 minutos, coar e beber uma ou mais xícaras (chá) por dia, conforme a indicação. Usar na preparação recipiente de vidro tipo pirex ou panela de barro.
  • Tisana: é a associação de plantas no chá que resulta em sinergismo da ação terapêutica.
  • Pó: Seca-se a planta, a seguir tritura-se, da seguinte maneira:
  1. Folhas: Triturar com as mãos;
  2. Cascas ou raízes: Moer ou ralar;
  3. A seguir passar numa peneira ou pano fino até obter pó, que deve ser guardado em vidro seco e bem tampado. O frasco deve ser rotulado e datado.

xarope

  • Xarope: São preparações líquidas onde se adiciona açúcar ou mel. Prepara-se um chá concentrado, geralmente com 50 a 100 grs. De planta para 1 litro de água. Leve-se novamente ao fogo com 500 grs. De açúcar até engrossar. Deixar em repouso cerca de 2 horas. Após este tempo filtrar. O xarope pode ser feito também com mel de abelhas, usando-se uma medida do chá para uma medida do mel. Neste caso, a mistura não deve ser levada ao fogo. Por causa do açúcar o xarope pode fermentar com facilidade. Para evitar que isso aconteça, deve ser guardado em recipiente bem limpo, fechado e de preferência em geladeira ou local fresco. Usar este preparo, no máximo por dez dias. O xarope não Deverá ser usado caso aparecer grumos brancos (fungos) , sinal de coalhado ou cheiro azedo. Geralmente é feito à partir de plantas usadas para problemas respiratórios como tosse, bronquite, gripes, etc.

tintura

  • Tintura: No preparo de 100 ml de tintura colocar 100 grs. Da droga (ou 20 grs. Da planta fresca) e triturar no liquidificador com cerca de 80 ml de álcool, cuja graduação deve variar entre 50 e 80°. Transferir o conteúdo para um vidro escuro e deixar em repouso durante cinco dias, agitando de vez em quando. Coar, espremendo a droga num pano, e ir adicionando mais álcool até completar 100 ml. Colocar a etiqueta no vidro com o nome da tintura e a data da preparação. Em geral a tintura deverá ser consumida dentro de um ano. Em gotas ou uma colher de café diluída em água duas a três vezes ao dia, conforme o caso.

maceraçao

  • Maceração: É realizada em temperatura ambiente. Consiste em colocar a planta finalmente dividida em contato com o líquido extrator (álcool em concentração variável entre 40° e 80°), em recipiente de aço inoxidável durante um período prolongado de até quatro semanas. Após esse período o macerado deve ser prensado e filtrado. Este método é o mais usado para folhas frescas ou secas, fruto seco e raízes frescas. Use as mesmas proporções e as mesmas doses da tintura.
  • Tintura vinosa (vinho medicinal: No seu preparo deve-se usar, de preferência, vinho branco com graduação alcoólica baixa (11° a 12°). Na tintura vinosa a proporção da droga para o vinho é de 5%. São cinco grs. De droga ou 10 grs. Da planta fresca para cada 100 ml de vinho. No seu preparo proceder como no caso da tintura: Usar um vinho escuro e macerar a droga durante uma semana. Coar, espremer num pano e manter em lugar fresco e ao abrigo da luz. A tintura vinosa é administrada em cálices, uma a duas vezes ao
    dia, antes das principais refeições.
  • Extrato Fluido: São preparações oficiais líquidas, obtidas de drogas vegetais manipuladas de maneira que cada centímetro cúbico contém os princípios ativos solúveis de uma gr. Da droga respectiva, devidamente dissecada ao ar livre. A concentração do extrato fluido é cinco vezes maior que a tintura oficial, logo, a dose usada é cinco vezes menor.
  • Extratos: glicólico ou Glicoalcóolico: São preparações líquidas, que tem como veículos principais o álcool e a glicerina. Uso:
  1. Cosmética: cremes faciais – para não ser tão abusivo à pele, usa-se a glicerina;
  2. Alcoólico: são preparações líquidas cujo veículo principal é o álcool etílico.
  • Loção: Todo chá ou cozimento acrescentado de ¼ de álcool é chamado de loção. Este tipo de preparação é usado em banhos ou compressas locais para tratamento de contusões, pruridos, feridas e outras afecções da pele ou couro cabeludo.
  • Óleo medicinal: é uma preparação na qual o princípio ativo (óleo essencial, resina, clorofila, alguns alcaloides, sais) é dissolvido em óleo comum ou azeite (de oliva, algodão, amendoim ou soja). Colocar em maceração a planta fresca ou seca (camomila, calêndula, raiz de bardana) triturada, na proporção de uma parte da planta para cinco de óleo, mantendo em banho-maria durante 1 a 3 horas, em fogo baixo, pois a água não deve ferver. Esfriar, coar, e espremer o resíduo. É usado para massagens, cataplasmas, na preparação de máscaras e cremes de beleza.
  • inalação
  • Inalação: Nesta preparação se aproveita a ação combinada de vapor de água quente com o aroma das drogas voláteis como “eucalipto”, a “sálvia”, etc. Coloca-se água fervendo sobre a planta aromática dentro de uma vasilha. Aspira-se o vapor pelo nariz , através de um pequeno funil de papel. Deve-se tomar muito cuidado para evitar o risco de queimaduras.
  • Compressas: Embeber um pano atoalhado, de preferência de algodão e aplicá-lo na parte afetada. Pode ser usado quente ou frio, conforme o caso. A preparação pode ser de chá, macerado, extratos, tinturas.  As tinturas e extratos devem ser diluídos em água fervida ou soro fisiológico.

compressas

  • Cataplasmas: Preparações feitas com plantas medicinais trituradas, ou reduzidas a pó e misturadas com água, vinho, leite ou farinha. Esta mistura deve ser aquecida, ou colocada fria, conforme o caso, entre as duas faces de um pano, ou gaze limpo e utilizada sobre a pele afetada, ou colocada diretamente sobre a parte afetada.
  • Unguento: Consiste em juntar ao sumo ou ao chá da planta, gordura animal ou vegetal. Aquecer no fogo só até derreter a gordura. Misturar até que esfrie e fique cremoso.
  • Banhos: O líquido obtido por infusão ou decocção, geralmente na concentração de 5 a 10% é utilizado na lavagem da pele afetada ou fazendo banhos de imersão.
  • Droga medicamentosa vegetal: É a parte da planta medicinal que contém os princípios ativos conhecidos que passou por um processo de beneficiamento, isto é, estabilização, secagem e armazenamento.
  • Princípios ativos: Representados por uma mistura de substâncias químicas responsável pelos efeitos terapêuticos da droga.
Para ir a página clique na imagem acima

Para ir a página clique na imagem acima

Leia também

VIVENDO NATURALMENTE

ESTIMULOS ENERGÉTICOS

ALIMENTAÇÃO NATURAL E CURA

QUANDO COMER

O JEJUM É UMA PRÁTICA EXCELENTE

DIETAS ESPECIAIS

PLANTAS QUE CURAM

COLHEITA E SECAGEM DAS PLANTAS

ÁGUA QUE CURA

BANHOS QUE CURAM

TERRAS QUE CURAM

ESPECIAIS

ESPECIAL SOBRE O GIRASSOL

ESPECIAL SOBRE A URTIGA

HIDROTERAPIA COLÔNICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: